Schoolcation: mais uma saída para a hotelaria

Schoolcation são empreendimentos em que alunos das grandes escolas hoteleiras colocam em prática o que aprendem nas bancadas acadêmicas. Saiba mais.

Schoolcation: mais uma saída para a hotelaria

A expressão “schoolcation”, ou seja, “hotel escola” não é nova.  Há vários desses estabelecimentos no mundo inteiro, principalmente na Suíça. No Brasil, uma das maiores referências de hospitalidade, o Grande Hotel Senac em Campos do Jordão, ostenta esse título com muito orgulho. São empreendimentos em que alunos das grandes escolas hoteleiras colocam em prática o que aprendem nos bancos e bancadas acadêmicas, com a supervisão de professores renomados e profissionais altamente qualificados.

Entretanto, tal expressão assumiu um novo sentido recentemente, neste mundo pós-covid, e que tudo leva a crer, muito em breve, pós pandêmico. É a tal da polissemia: uma expressão com vários sentidos. Em nossos dias, hotel escola ou schoolcation refere-se também, internacionalmente, a hotéis que recebem alunos que estudam remotamente.

Nova possibilidade para a hotelaria

Há, nesse espírito, duas possibilidades: a primeira delas é quando escolas e universidades, em que algumas atividades presenciais são essenciais, alugam as estruturas de hotéis para cursos. Além dos salões que permitem maior distanciamento entre os participantes que as salas de aulas tradicionais, há também a estrutura digital de ponta em EAD (ensino a distância) e a facilidade dos serviços de A&B com rígidos protocolos de biossegurança que oferecem, por exemplo, os lunch boxes.

Obviamente, aulas em hotéis não é um fenômeno nada novo. A diferença é que cursos rápidos e intensivos de 3 dias, comuns no passado, deram lugar a aulas semestrais, mesmo anuais. Outro ponto importante é o público que é bem diferente de profissionais no mercado habituados a seminários, congressos e workshops. Nesse caso, são adolescentes e universitários se tornaram habitués dos hotéis.

Para muitos educadores é uma forma de garantir o convívio social dos jovens – a maior preocupação de pais, psicólogos e pedagogos; uma melhor interação com professores e, por fim, mas não por último, práticas laboratoriais importantíssimas, como nos casos das ciências biomédicas e naturais. 

É claro que há restrições orçamentárias para muitos estabelecimentos e mesmo para o ensino público. Mas para especialistas do setor, eis uma forma de se justificar a não redução das mensalidades de até 5 dígitos que muitas universidades e escolas internacionais continuaram ininterruptamente cobrando.

A tendência schoolcation na prática

Além disso, outra modalidade de schoolcation, amplamente divulgada pelo Four Seasons Resort Orlando no Walt Disney World Resort, em uma versão kids do “anywhere office”, é aquela em que as famílias se mudam temporariamente para o empreendimento. Pais podem trabalhar remotamente e as crianças podem seguir seus estudos também à distância. No intervalo das aulas, tudo é férias. Publicidades do hotel valorizam os espaços de aprendizagem específicos para as crianças que são oferecidos para assistir às aulas.

Segundo o vice-presidente regional do Four Seasons e gerente geral do resort em Orlando, Thomas Steinhauer,  “Esta nova oferta exclusivamente para os hóspedes do resort será útil para os pais, bem como algo divertido para as crianças experimentarem. O estabelecimento oferece ainda sessões supervisionadas, em que os pequenos podem assistir às aulas e fazer seus deveres de casa antes de experimentarem o “recreio dos sonhos” no parque aquático do hotel e demais áreas.”

Tarifas e outros serviços voltados para o estilo schoolcation

A tarifa de meia diária para as sessões supervisionadas é 50 dólares. O valor para a diária é 100 dólares. Para os mais velhos, que não precisam deste tipo de monitoria, outro hotel da rede, o Fours Seasons Punta Mita oferece cabanas na praia e piscina com estações privadas de trabalho com vista para o mar. Cada espaço disponibiliza monitor de TV de última geração, wi-fi, fones de ouvido, carregadores para laptotps e telefones, além de lanches energizantes.

Tais serviços, segundo especialistas hoteleiros, reforçam uma tendência de que hotéis ampliem suas receitas e se tornem espaços multifuncionais, inclusive estender o long stay. Afinal de contas, não se aplica apenas às reservas de quartos por muitas semanas, se tornou também algo aplicável às salas e demais espaços.

Há quem diga que se trata de algo exclusivo para propriedades de luxo ou na categoria upscale. Outros defenderão que resorts levarão vantagem. Ora, a hotelaria econômica e midscale no Brasil de hoje oferece certos confortos impensáveis há poucas décadas.

Apesar de adaptações serem necessárias, a criatividade e a flexibilidade são características internacionalmente reconhecidas nos hoteleiros do nosso país.

Explore mais sobre a hospitalidade

O Blog Hospitalidade Brasil é o portal de conteúdo da Equipotel Conexões que existe com o intuito de conectar todo o universo da hospitalidade. A marca apresenta no digital tanto quanto no presencial, uma gama de ofertas que exaltam o conhecimento, o networking e as oportunidades que envolvem a arte de receber bem, unindo marcas e profissionais onde quer que eles estejam, 365 dias ao ano.