Como será o ano novo e as férias de janeiro 2021

Como será o ano novo e as férias de janeiro 2021

Por conta do isolamento social, a maioria das cidades que comemoram a virada de ano, como o Ano Novo na Avenida Paulista de São Paulo e em Copacabana no Rio de Janeiro, cancelaram suas programações. Alguns destinos aguardam a evolução do cenário para cancelar ou manter as celebrações. No entanto, há grandes oportunidades para hotéis de lazer, pousadas e hostels.

É senso comum que o turismo regional está salvando o turismo nacional e que desenvolver experiências nos hotéis é a saída para atrair clientes e hóspedes. Com protocolos bem estruturados, as redes, pequenos hotéis, pousadas e hostels têm recebido clientes locais para hospedagens de escapada, lazer e diversão. “Há uma demanda reprimida para as viagens de lazer regional, e isso poderá acontecer no Réveillon se até lá não houver nenhuma reviravolta nas medidas para o isolamento. Festas de final de ano com aglomerações são irresponsáveis”, afirma o presidente executivo do FOHB, Orlando de Souza.

Segurança é a palavra da vez. Os hotéis que tiverem protocolos bem estruturados e comunicação efetiva sobre os padrões de biossegurança vão ter vantagem na escolha dos hóspedes.

O turismo local também tem recebido muitos visitantes. Considerados boias de salvação do turismo nacional, os hotéis que apostarem nas experiências regionais vão conquistar os clientes durante as festas de final de ano.

O wellness está entre as tendências do turismo. Trazer experiências que promovem o bem-estar do hóspede irá beneficiar os hotéis que escolherem colocar essas atividades em seus pacotes de final de ano e férias.

“Há, sim, potencial de ocupação de 100% em destinos de lazer com amplas áreas, praias, campo, montanhas. Os hotéis, por sua vez, estão preparados para oferecer protocolos de segurança confiáveis, inclusive muitos deles com o selo do ministério do turismo”, explica Orlando.

Para fugir das aglomerações, hotéis pelo Brasil estão preparando programações com ocupações reduzidas e seguras para os hóspedes que compram pacotes das festas.

Conheça quatro cases de hotéis e resorts que estão se preparando para a alta temporada e ano novo:

Rio Othon Palace – Rio de Janeiro

Apesar da queima de fogos em Copacabana estar cancelada, o hotel Rio Othon Palace está preparando três festas exclusivas para hóspedes e clientes que comprarem os pacotes. A experiência conta com a queima de fogos de 12 minutos no rooftop do hotel.

Vila Naiá – Corumbau

O primeiro glamping do Brasil prepara uma festa segura para os clientes que compraram o pacote de ano novo. A festa inclui ceia e queima de fogos. O hotel conta apenas com 8 acomodações e diversos protocolos de biossegurança.

Mavsa Resort – Cesário Lange

No resort localizado no interior de São Paulo prepara uma festa ao estilo Las Vegas, com revoada de balões, balada, festa tropical e baile Vegas. O pacote é de 5 noites.

Costão do Santinho – Florianópolis

No ano novo do Costão do Santinho os hóspedes pagam um pacote com ceia, festas e um day spa com cinco ilhas de massagem.

Essas são algumas dicas de como a hotelaria está se reinventando para receber os hóspedes com segurança sem deixar as festas de final de ano. Quer conhecer mais sobre o setor durante o isolamento social? No Blog Hospitalidade Brasil desenvolvemos diversas matérias sobre a retomada gradual dos serviços. Inscreva-se na nossa newsletter para receber o conteúdo em seu e-mail.