Um resumo do que foi a Semana da Hospitalidade Equipotel

Destaques das cinco temáticas para te instigar a rever ou assistir pela primeira vez a maior entrega digital da Equipotel em 2020!

0
427

A Semana da Hospitalidade Equipotel foi um marco para o trade hoteleiro tanto quanto para os profissionais que se atualizaram com o conteúdo! A maior entrega digital da Equipotel em 2020 registrou aproximadamente 13 horas de transmissão com conteúdo e informação para os mais diversos setores da hospitalidade.

Através da colaboração de especialistas altamente renomados, a Semana da Hospitalidade Equipotel trouxe um panorama do impacto da pandemia, adoção e adaptação aos novos protocolos e um olhar para as oportunidades que aparecerão nos próximos meses.

Acompanhe um resumo do que teve em cada temática do evento online e clique nos botões de “assistir” para ver ou rever o conteúdo! Lembre-se de fazer anotações, pois os aprendizados são inspiradores!

Semana da Hospitalidade Equipotel – Arena do Saber:

Painel #1: Bem Estar e Design que impulsionam o negócio

Emoção, experiência, tecnologia e humanização foram termos muito comentados durante a abertura da Semana da Hospitalidade. Com mediação de Gabriela Otto – Managing Director HSMAI Brasil, a conversa levantou esses pontos como essenciais para que a hospitalidade avance novamente mesmo diante das dificuldades.

Decerto é impossível trazer uma receita de sucesso para o empreendimento hospitaleiro. Entretanto, Talita Silverio – Fundadora e diretora-geral da Amman Consultoria de Spas, Ana Maria Pollak – Gestora em Hospitalidade e Eduardo Manzano – Fundador e Diretor de Design do EMDAStudio falam sobre a importância de uma atmosfera convidativa, aliada de personalidade, serviços e design que colaboram para um lugar diferenciado. Afinal, os clientes querem mais do que um local para se hospedar e sim uma experiência marcante.

Por isso, citam a aplicação de elementos visuais, a valorização da região do empreendimento e até mesmo a tecnologia como aliados para impulsionar os resultados dos negócios. Entretanto, uma dica unânime foi: equilíbrio. Nada demais ou mesmo desconexo da essência do meio de hospedagem porque pode gerar desconforto ou até o efeito contrário do que os empresários desejam.

Para que isso não aconteça, os especialistas citam exemplos reais do que já está sendo aplicado em alguns locais. Assista a transmissão e descubra! 😉

Painel #2: Painel 2 – A Retomada do turismo

“Multirão: a arte de trabalhar junto com o mesmo objetivo”Marco Antonio Antunes Navega – Presidente na Federação de C& VB do RJ.

Esta citação foi em resposta ao pedido de Gabriella Otto, também mediadora deste painel, sobre um resumo do que foi 2020 para Marco Antonio. Entretanto, cabe muito para o que todos os executivos seguiram comentando ao longo da realização da Semana da Hospitalidade.

Em outras palavras, o setor tem vivido um momento de união, esquecendo diferenças, portes de empresa ou segmentos. Todos estiveram juntos, não só para a sobrevivência no auge da crise, como também seguiram aliados para o avanço em novidades e consolidação da reabertura.

Segundo Gabriella Otto, trata-se de uma prova de resistência e não de 100 metros. Nesse sentido, inclusive, a executiva comenta que não é sobre quem chega primeiro ou quem sai na frente, mas sim um coletivo. Portanto, é necessário se renovar, reinventar e ser resiliente aos novos cenários. Sempre com o pensamento em todo o ecossistema da hotelaria.

Acompanhe a transmissão da Arena do Saber e descubra detalhes do que cada participantes comentou!

CONOTEL – EDIÇÃO ESPECIAL DIGITAL 2020

Dia 1:

Leis, políticas públicas e turismo brasileiro marcaram a estreia do Conotel Digital. Durante os painéis, foi possível conhecer um pouco do impacto da pandemia nos negócios hoteleiros e suas consequências.

Por isso, o Congresso deu voz para ampliar o conhecimento sobre movimentações governamentais que estão sendo realizadas desde o início da crise, citando, por exemplo, a criação das medidas 936 e 948.

Além das políticas públicas, foi possível entender também o fortalecimento e união das entidades de classe que tiveram um papel fundamental no momento de definição de diretrizes e protocolos, juntamente com tudo o que já fazem em prol do setor.

Através de exemplos do que tem acontecido nos hotéis de todo o Brasil, bem como as ações que respaldam os empresários hoteleiros tanto quanto seus colaboradores e hóspedes, o CONOTEL trouxe um panorama completo para fortalecer e reerguer o turismo e, consequentemente, o setor hoteleiro.

Participaram do primeiro dia de Conotel:

Marcelo Álvaro Antônio – Ministro do Turismo, Gilson Machado – presidente da Embratur, Ricardo Salles – Ministro do Meio Ambiente, Raul Martins – presidente da Hotelaria de Portugal, Orlando de Souza – presidente do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil – Sérgio de Souza, Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional e Erica Drumond – Vice-Presidente ABIH Nacional.

Dia 2:

O segundo e último painel do Conotel Digital fez um panorama em diversas áreas que são interligadas para o desenvolvimento e fomentação da economia brasileira. Com mediação de Érica Drummond, Vice-Presidente da ABIH-Nacional, o painel contou com os seguintes convidados: Manoel Linhares – Presidente da ABIH Nacional, Chieko Aoki – Presidente do Blue Tree Hotels, Patrick Mendes – CCO da Accor Hotels, Eduardo Sanovicz – Presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas, Claiton Armelin – Diretor Executivo de Produto Terrestre Nacional da CVC Corp, Alexis Pagliarini – Presidente Executivo da AMPRO – Assoc. de Marketing Promocional e Toni Sando – Presidente da Unedestinos.

Durante o início do painel, Chieko Aoki comentou sobre o futuro do setor. Para ela, energia, calor humano, alegria e conexão serão fundamentais para a hotelaria do futuro. O cliente será muito exigente na qualidade de seu atendimento. Ou vai querer as máquinas servindo a eles. Isso se dá, principalmente, pela volta dos clientes em viagens e hospedagem e suas receptivas preferências em prol da segurança pessoal.

Além disso, ainda sobre o mesmo assunto, na visão de Patrick Mendes, a versatilidade dos hotéis será fundamental. Mais mistura da tecnologia com experiência de lazer e flexibilidade vão ajudar a reerguer os resultados dos meios de hospedagem.

Por outro lado, é necessário analisar a realidade de cada empreendimento para, posteriormente, identificar melhorias e oportunidades.

“Não falamos mais de retomada, mas sim de reconstrução. Pois estamos partindo do princípio que muita coisa (negócio) foi destruído e que precisa ser reconstruída até com outros olhares e novos negócios”.  Toni Sando, Presidente da Unidestinos.

Por fim, os convidados também abordaram sobre marketing promocional, e um reforço às necessidades de políticas públicas e vários outros assuntos necessários para o turismo e hospitalidade.

Semana da Hospitalidade – Fórum Healthcare Hospitality

Painel #1: “Em tempos de COVID-19, a importância da Hospitalidade Segura e o papel dos colaboradores para a excelência dos serviços”

A segurança na higienização e limpeza é de alta prioridade e a não adoção dos processos é inegociável. Segundo Marconi Morais, não adianta se paramentar no ambiente e usar EPI e abaixar a guarda na rua. Portanto, é necessário cuidado constante, adequação de processos e treinamento dos colaboradores não só na jornada de trabalho, mas para boas práticas em todos os momentos.

E foi justamente nesse contexto de regras em nome da segurança, que os especialistas discutiram como fazer tudo isso de uma forma mais amigável, oferecendo uma hospitalidade segura para todos os envolvidos, inclusive para os colaboradores.

Através de boas práticas do que já acontece em alguns hospitais, os especialistas puderam inspirar aqueles que também precisam modificar algumas questões em prol da nova realidade.

Por fim, compartilharam também seus aprendizados e o legado da pandemia para quem trabalha no administrativo, ou seja, os “bastidores” dos hospitais.

Painel #2: “A Hospitalidade Hospitalar e a Experiência do Paciente. Como engajar a equipe para conquistar encantamento do cliente”

A hospitalidade e a humanização são pilares diferentes, mas que devem ser combinadas para que o paciente, cliente, tenha uma boa experiência. Segundo o Profº Marcelo Boeger, não só a cirurgia deve ser um sucesso, por exemplo, como também os processos e o atendimento. Caso contrário, mesmo com um procedimento bem sucedido, o cliente não vai querer voltar lá quando precisar.

Sob o mesmo ponto de vista colabora George Hebert, Diretor de Operações Corporativo da Rede São Camilo, que comenta que é fundamental ter a empatia de forma genuína. Além de se “compadecer”, é se colocar no lugar da pessoa, sentir suas dores e entender a situação.

E, nesse sentido, não apenas aqueles profissionais que estão diretamente envolvidos na cura do paciente, como também os que o recebem, o orientam ou mesmo estão nos back-office. Em resumo, ter visão sistêmica da jornada do cliente para contribuir para uma hospitalidade hospitalar coerente, humana e marcante.

Afinal de contas, segundo Antonio João Moreira Ceccom, Gerente Administrativo do Hospital Sagrada Família, o cuidar começa quando o paciente chega.

Assista a transmissão para receber as orientações dos profissionais, acompanhar as dicas práticas que eles deram, além de entender o que pode ser aplicado desde já no dia-a-dia dos hospitais. A gente garante que o Fórum é uma verdadeira aula sobre o assunto.

Participaram do Fórum Healthcare Hospitality:

Marconi Morais de Freitas, Coordenador de Hotelaria do Sabará Hospital Infantil, Abgair Lima Honoré, Superintendente de Operações/Administrativa do Hospital Christóvão da Gama, Luis Fernando, Superintendente do FBH – Federação Brasileira de Hospitais, Marcelo Boeger, Coordenador e Professor do Curso de Especialização do Hospital Albert Einstein, Professor Convidado nos Cursos de MBA em Gestão da Saúde e em Infecção Hospitalar (INESP) e Fundação Unime, George Hebert, Diretor de Operações Corporativo da Rede São Camilo, Antonio João Meira Ceccon, Gerente Administrativo do Hospital Sagrada Família, Vania Pereira, Gerente de Hotelaria do ICESP – Instituto do Câncer do Estado de SP e Vanessa Sartor, do Grupo Mídia.

Workshop da Governança Hoteleira

“Repense: para onde a gente está caminhando? Onde a gente quer chegar? Essa é a pergunta que tem que ficar”Maria José Dantas, Presidente ABG (Associação Brasileira de Governantas e Profissionais da Hotelaria).

Juntamente com Marcelo Boeger, a profissional discutiu sobre as novidades que chegam para o setor de governança e o papel desse setor para o funcionamento adequado das operações hoteleiras.

Nesse sentido, Profº Marcelo comenta que a solução de higienização depende, impreterivelmente, da adoção de uma série de ações que o protocolo exige. Portanto, vai muito além de soluções simplistas e/ou rasas para as práticas do dia-a-dia.

Por isso, munido de muito profissionalismo, o setor de governança deve alinhar as expectativas para que tecnicamente seja viável entregar excelência dentro prazos calculados dentro da nova realidade.

Além disso, os profissionais se uniram com João Fonseca, do InterContinental Lisboa, e Andrea Vasconcelos, do Maceió Mar Hotel, com o objetivo de ampliar a conversa sobre pessoas e processos dentro do novo normal. Dessa forma, foi possível entender não só como o setor de governança já está lidando na prática, como também encontrar novas oportunidades.

Descubra tudo o que foi falado no Workshop da Governança Hoteleira.

Hostel Hour

Maturidade do setor, protocolos e oportunidades de negócio foram temas altamente comentados durante o bate-papo, ou melhor, “happy hour de água” do Hostel Hour.

Marina Moretti, fundadora do Ô de Casa, trouxe dados que sustentam a consolidação do segmento que já conquistou muitos corações no Brasil tanto quanto no exterior. Só para exemplificar, o trabalho da associação mais antiga do setor começou há mais de 50 anos atrás. Por isso, Marina reforça a maturidade dos hostels e seu principal diferencial competitivo para fazer a roda do turismo girar.

Contudo, mesmo sendo mais informal, os protocolos seguem sendo obrigatórios e inegociáveis para um convívio seguro e responsável. Mas, é claro, com toda a magia e acolhimento tradicionalmente conhecidos pelos hóspedes de hostels.

Frederico Lavagna, Funder & CEO Viajero Hostels, comentou sobre reabertura de hostels em Argentina, Uruguai e Colômbia para a movimentação global do turismo.

Com mediação de Daniel Bonel, criador do site Brasil Hostel News, os empresários puderam compartilhar suas visões e previsões, sejam elas de curto ou mesmo de longo prazo, dando um panorama sobre a retomada dos hostels de forma geral.

No Hostel Hour tem muito mais!

A conversa foi inspiradora fazendo o check-out da Semana da Hospitalidade de forma incrível e com chave-de-ouro.

A Semana da Hospitalidade Equipotel acabou, mas o aprendizado continua!

A Equipotel disponibilizou as cinco temáticas da Semana da Hospitalidade em seu canal do YouTube para que todos os profissionais do setor possam seguir tomando notas, aprendendo e se inspirando.

Além disso, pílulas de conteúdo foram distribuídas em todas as redes sociais oficiais! Aproveite e acompanhe por lá:

Semana da Hospitalidade - rodapé patrocínio
Semana da Hospitalidade - apoiadores
Semana da Hospitalidade - rodapé organização