Top 10 dúvidas sobre retomada dos motéis respondidas por Vinicius Roveda

Protocolos de limpeza, serviços de alimentação, medidas de prevenção e muito mais sobre a retomada dos motéis pós pico de pandemia.

0
407

A live da Equipotel Conexões para o setor moteleiro rendeu muito. Não só pela audiência que superou as expectativas, como também pelas ideias e soluções levantadas com foco na retomada dos motéis.

Além disso, houve um importante momento sobre o fortalecimento do motel como opção de entretenimento aos casais e, consequentemente, a desmistificação sobre os frequentadores mais assíduos. Não assistiu? Clique aqui para acessar a gravação.

Com tantas perguntas que surgiram no decorrer do bate-papo, a Equipotel convidou Vinicius Roveda, CEO da ZEAX Motéis (Rede Drops e Zaya Motel Premium), para estender a conversa a fim de esclarecer as principais dúvidas sobre a volta das atividades.

Conheça os top 10 direcionamentos de Vinicius Roveda sobre a retomada dos motéis e suas particularidades:

Adriana Braga: Vocês adotaram algum protocolo de limpeza e desinfecção diferente agora no período de pandemia? Além disso, fizeram algum treinamento para os colaboradores sobre o assunto?

Vinicius Roveda: Juntamente com a mudanças em todos os nossos manuais operacionais, vieram também o direcionamento aos colaboradores. Afinal, as mudanças atingiram não somente a parte interna, visível aos clientes, como também controles e rotinas novas para os colaboradores. Foram, inclusive, essas novas rotinas que fizeram a nossa unidade Zaya Motel Premium receber o selo Safeguard do Bureau Veritas.

Desireê Siqueira: Vocês tiveram que adotar algum tipo de promoção ou divulgação mais assíduas por conta da pandemia?

Aumentamos o número de publicações e divulgação dos processos de limpeza e da importância do motel como válvula de escape nas dificuldades da convivência no lar durante a quarentena. Promoções optamos por reduzir no auge da pandemia, embora já tenham retornado ao mesmo nível anterior.

Mauro Cardim: Gostaria de saber como os gestores veem a energia solar no segmento de motéis, uma vez que é uma excelente forma de redução de custos.

Nós implantamos em todas as unidades que atuamos. Sem dúvida, com uma empresa séria é uma grande oportunidade de fluxo de caixa positivo.

Sheyla Murbach: Como a rede moteleira vê as mudanças no serviço de alimentação dentro do estabelecimento?

Sem dúvidas, a pandemia elevou o consumo de refeições nos motéis. Essa era uma área que já recebia grande atenção da nossa parte. Vemos como muito positivo a visão de que o motel é um restaurante com suíte privativa.

retomada dos motéis
Foto: Site Oficial Zeax Motéis.

Flavia Queiroga Aranha: Quais os protocolos para o serviço de alimentação no motel nesse momento da pandemia?

Da mesma forma que em outros locais, os cuidados no manuseio de alimentos na cozinha deve ser protocolos rígidos. Os motéis por si só, já tinham uma séria de características que facilita o envio de refeições aos hóspedes com baixo risco de contágio.  

Mel Godoy: Como estão trabalhando a acessibilidade nos motéis?

Todas as unidades contam com pelo menos uma suíte adaptada atendendo o parâmetro legal. Para a retomada dos motéis, isso segue da mesma forma.

Desireê Siqueira: Vocês já estão disponibilizando todos os quartos? Incluindo os com piscinas? Como funciona a limpeza desse tipo de acomodação?

Sim, em todas unidades. As piscinas são tratadas com cloro, filtragem e aspiração regular. Ainda assim contam com sistema de desinfecção por ozônio.

Guia GPHR: Vocês estão dando um período para uma suíte ficar fechada antes de ser utilizada novamente?

Especificamente os motéis da marca passam por limpeza com ozônio com o objetivo de desinfetar em todas as hospedagens. Como resultado, as suítes ficam no mínimo 1:30h desocupadas entre uma ocupação e outra, dependendo do motel.

Vanessa Medeiros Fernandes: Nas escolas de 2 em 2 dias limpam o ar-condicionado e vocês, qual protocolo (a respeito)?

Nós limpamos semanalmente na faxina dos quartos. A limpeza preventiva é realizada a cada seis meses de acordo com a PMOC de cada unidade.

Guia GPHR: Vocês medem a temperatura de todos os hospedes que entram?

Para a retomada dos motéis isso não é obrigatório. Somente nos locais onde a prefeitura exige para turistas advindo de outros Estados.

Além da retomada dos motéis

Obviamente, a pandemia no Brasil acelerou alguns processos, mas não foi determinante para que a evolução nos motéis pudesse acontecer. Isso porque, o setor moteleiro já trabalha com significativas inovações.

O que se pode ver, por exemplo, é uma maximização da comunicação sobre os processos de limpeza e adequação de algumas áreas para melhor garantia em segurança dos clientes tanto quanto dos colaboradores.

Sob o mesmo ponto de vista, a tecnologia se mostrou uma grande aliada para o setor com o objetivo de cumprir com as exigências necessárias e garantir a operação.