Autoatendimento para restaurantes: inovação e facilidade no dia a dia!

Descubra maneiras eficazes de se usar o autoatendimento para restaurantes e exemplos reais de suas respectivas vantagens!

0
444
autoatendimento para restaurantes

A tecnologia do autoatendimento para restaurantes é muito usada por grandes redes de fastfood para evitar filas e facilitar o trabalho dos atendentes. Tais serviços podem, inclusive, ser adaptados para os pequenos, médios e grandes restaurantes e bares.

Através de um tablete, totem ou smartphone, por exemplo, o cliente consegue realizar o seu pedido dentro do próprio restaurante de forma rápida e moderna.

Dentre as principais oportunidades propostas pelo autoatendimento para restaurantes estão, sobretudo, o cardápio digital e pedidos para retirada no local. Conheça o que é o autoatendimento na prática, maneiras eficazes de se fazer uso do mesmo e mais sobre o assunto!

Em primeiro lugar, o que é o autoatendimento para restaurantes?

Atualmente, o autoatendimento é uma maneira segura para atuar mediante todas as novas medidas de biossegurança. Isso porque ele permite, em suma, que o próprio cliente faça seu pedido sem a necessidade de uma pessoa ou mesmo um cardápio físico.

Nesse sentido, o estabelecimento pode usar aplicativos integrados permitindo que cliente realize o pedido em sua mesa, confira todos os itens e envie para os cozinheiros que podem imprimir ou ler o pedido em uma tela.

O que pode incluir no projeto de autoatendimento:

Cardápio digital

Como já foi dito, o cardápio digital torna desnecessário o uso de cardápios de papel ou plástico que precisam de troca e são manuseados por muitas pessoas antes da limpeza. É mais fácil de adicionar e remover itens e está sempre atualizado.

Totens de atendimento

Geralmente localizados na entrada do restaurante ou em área para reservas, os totens de atendimento servem para evitar filas no balcão. É essencial que se tem um material adequado para fácil limpeza e manuseio.

Esteiras para comida

As esteiras para comida têm como objetivo fornecer rápidas escolhas para os clientes.  Inicialmente foram estabelecidas com foco em restaurantes orientais e agora são ótimas opções para outros segmentos.

Quais são as vantagens de se ter autoatendimento para restaurantes?

  • Melhora a experiência dos clientes

Pedido feito pelo próprio cliente e revisado por ele, consequentemente, diminui chance de erros de entendimento. Permite, inclusive, que o cliente veja o cardápio inteiro com fotos e decida o que quer.

  • Segurança

Por meio do autoatendimento, os itens manuseados pelos clientes são mais fáceis de limpar. Além disso, evitam contatos entre muitas pessoas.

  • Agilidade

Sem intermediários, os pedidos vão do autoatendimento diretamente para a cozinha.

  • Novas funções

Os garçons que seriam responsáveis por levar o cardápio, explicar o menu e levar o prato ao cliente, por exemplo, podem colocar seus esforços em outras frentes.

Exemplos reais de quem usa o autoatendimento para restaurantes

O restaurante Café Journal em Moema, adicionou o uso de tabletes para realizar os pedidos pelos clientes. Neuri Coletto, gerente do restaurante, afirma que os clientes aderiram ao sistema e gostaram. “Aderimos em agosto, principalmente por causa da pandemia. Contudo, o sistema permite ao garçom liberdade para oferecer novidades da casa. Quando a pandemia começou o número de funcionários foi reduzido, consequentemente, o sistema ajuda a equipe reduzida a gerenciar os pedidos”, explica.

Do mesmo modo atua o Tio ZÉ restaurante associado da ABRASEL, localizado em Recife, que trabalha com autoatendimento desde a inauguração. Diego Cavalcanti comenta que “Os clientes elogiam bastante o sistema, aderimos desde 2019. Tivemos redução de funcionários durante a pandemia, contudo o sistema garante uma economia de metade do quadro de garçons. O autoatendimento é importante para o negócio se modernizar e acompanhar as tendências, mas, mesmo assim, o atendimento de garçom é fundamental”.

O futuro dos restaurantes

Dentre outras práticas e medidas, o autoatendimento para restaurantes faz parte das inovações do setor que vieram para ficar. Outros estabelecimentos, inclusive, estão avaliando as novas possibilidades e se adaptando para o futuro.

Simultaneamente, há novas possibilidades para atuação de garçons e recepcionistas, capazes de atender o cliente de novas maneiras. Em outras palavras, eles podem ser responsáveis por tirar dúvidas dos clientes, auxiliar nas combinações do menu, bem como fortalecer o atendimento humanizado às pessoas com deficiência

Por fim, obter inspiração por meio de outros bares e restaurantes é uma ótima opção para quem deseja se reinventar.

Toda semana, novos conteúdos do mundo da hospitalidade para você:

O Blog Hospitalidade Brasil faz parte da Equipotel Conexões, iniciativa da Equipotel, que existe com o intuito de conectar e informar o setor. Acompanhe as novidades lendo os materiais disponíveis aqui e siga a Equipotel nas redes sociais.