6 importantes orientações sobre as novas diretrizes para a hotelaria

Respondemos as principais dúvidas do público sobre limpeza, novos protocolos e outras diretrizes para a hotelaria nesse recomeço.

0
163
novas diretrizes para a hotelaria

Com o objetivo de preparar tanto hoteleiros quanto hóspedes sobre as adequações feitas para a hotelaria nesse cenário de retomada, a Equipotel reuniu, em julho, especialistas do setor em um bate-papo exclusivo. Se você ainda não assistiu, vale a pena conferir a gravação!

Entretanto, algumas das dúvidas do público ficaram pendentes e a equipe fez a lição de casa trazendo as respostas e esclarecimentos que permeiam a nova realidade.

Abaixo, você encontra 6 importantes orientações sobre as novas diretrizes para a hotelaria com foco principal em fiscalização, permanência de pets, hotel com parque aquático e mais!

Acompanhe:

Fernando Oliveira: Como tratar o hóspede e a hospedagem no caso de um hotel com parque aquático?

Equipotel: De forma geral, segue em acordo com os protocolos locais e regras estaduais de aglomeração. Contudo, vários resorts com parque aquático têm regras bem rígidas como:

  • Rigoroso tratamento da água;
  • Capacidade reduzida de 30% ou 50%;
  • Os clientes são recepcionados na entrada com medição de temperatura;
  • Catracas também higienizadas a casa pessoa que passar;
  • Obrigatório o uso de máscara nos ambientes compartilhados;
  • Se faz necessário o respeito ao distanciamento de dois metros entre pessoas, principalmente nas filas para os brinquedos;
  • As boias disponíveis para os clientes serão higienizadas a cada uso e, naqueles em que a atividade for em grupo, será prioridade deixar juntos apenas membros da mesma família.

Gisele Rossoni: Mesmo com protocolos de segurança, as salas para eventos poderão serem usadas?

Equipotel: Poderão, contanto que sigam as novas diretrizes para a hotelaria. Dentre eles, o número mínimo de pessoas de acordo com protocolos locais e restrições estaduais de aglomeração.

TRAVEL EXPERT: Com as novas medidas de higienização quase hospitalar, que tipo de fiscalização garantirão aos hóspedes a segurança necessária?

Equipotel: Pode haver fiscalização surpresa para quem tem protocolos formais com ‘selos’ de garantia, assim como Bureau Veritas, por exemplo. Além disso, vale lembrar que os próprios hóspedes serão os fiscais de limpeza e sanitização. Portanto, é necessário seguir à risca, uma vez que esse tipo de denúncia pode ser implacável, podendo, inclusive, destruir a reputação do meio de hospedagem.

Veja também: A nova realidade da gestão hoteleira: novo normal e impactos na operação.

Leonardo Pizzato: Qual a preocupação dos gestores hoteleiros em relação aos seus fornecedores? Haverá algum cuidado extra como fiscalização para que os serviços por eles prestados garantam a saúde dos hóspedes?

Equipotel: Cada hotel deve se responsabilizar por prestadores de serviços que contratam. Portanto, devem não só apenas ter critérios mais rígidos para entrada / saída, como também maiores restrições às marcas, caso não cumpram os protocolos exigidos.

Kelly Vieira: Qual o período ideal de interdição do apartamento para que seja realizada a desinfecção do ambiente?

Equipotel: Alguns hotéis estão fazendo 24h, outros em até três dias.

ADRIANA BAIOCHI: Com as novas diretrizes e protocolos, como ficam os hotéis que aceitam pets?

Equipotel: A princípio seguem com os mesmos protocolos exigidos anteriormente. Entretanto, agora com maior restrição de soltura dos animais.



Os protocolos e novas diretrizes para os meios de hospedagem estão frequentemente sendo disseminados de diferentes formas. Portanto, não tem mais desculpas. Se você é atuante na hotelaria, busque informações para fazer sua parte. A mesma coisa se você for cliente / hóspede.

E, agora que você já descobriu sobre as novas diretrizes para a hotelaria, descubra também as novas tendências e dicas para design em ambiente e estabelecimentos de hospitalidade.

O Blog Hospitalidade Brasil faz parte da Equipotel Conexões, iniciativa da Equipotel! Clique aqui e saiba mais!