O que é e qual a importância de definir um perfil de hóspede para seu negócio

0
541
perfil de hóspede

Descubra os principais tipos de hóspedes e algumas dicas de como definir o perfil de hóspede ideal.

Segundo o SEBRAE, “o perfil do consumidor mudou bastante. O turista é cada dia mais livre, com maior liberdade de escolha, tem a tendência de passar menos tempo em cada destino e procura cada vez mais interagir com a população local.” Por isso, fizemos um levantamento sobre os principais perfis de hóspedes e trouxemos para você direcionar melhor suas estratégias e atingir as expectativas daqueles que são mais importantes para você.

Portanto, o que é um perfil de hóspede?

Antes de mais nada, é importante entender que o perfil de hóspede nada mais é que o seu público-alvo, ou seja, qual o grupo de pessoas que você deseja atingir em seu estabelecimento.

Afinal de contas, um dos principais erros de um meio de hospedagem é tentar agradar a todos da mesma forma. Cada hóspede está visitando o seu empreendimento por um motivo específico e entender o perfil e motivação de cada um deles é que vai trazer reconhecimento e satisfação.

E, afinal, quais são os principais tipos de hóspedes?

Família:

Identificável no ato da reserva ou ao chegar no hotel, a família busca por apartamentos maiores ou conjugados. Geralmente buscam hotéis com áreas de lazer para todos os membros da família. Além disso, esse perfil pesquisa em sites de referência e avaliações sobre o empreendimento, sendo indispensável uma boa reputação. Outro ponto importante é que este perfil prefere resorts, pousadas e hotéis.

Casais:

Geralmente em busca de privacidade, este tipo de hóspede pode estar em viagem romântica ou apenas visitando a cidade. Para descobrir o motivo da viagem, é possível perguntar sobre isso durante a reserva. Assim como o perfil família, o perfil casal também busca, prioritariamente, por pousadas, resorts e hotéis.

Idosos:

Existe também outro perfil de hóspede: os idosos. Os hóspedes da melhor idade buscam conforto, segurança e informações claras. Geralmente fazem turismo pela cidade e ao voltar gostam de experimentar os serviços da hospedagem como saunas, spas e piscinas. Além disso, este perfil prefere experiências em meios de hospedagem mais tradicionais.

Turistas e mochileiros:

Este perfil de hóspede está buscando se aventurar no destino, por isso, provavelmente usará apenas como local para dormir e tomar café da manhã. Contudo, as informações de serviços e estrutura devem ser claras. Para este perfil, é importante locais que facilitem o contato com guias da cidade, indicações de restaurantes e pontos turísticos, até mesmo um atendente que saiba outras línguas, por exemplo. Os turistas e mochileiros tem a tendência de optar por hostels, hotéis pequenos, pousadas e motéis.

LGBT:

O hóspede LGBT (LGBTQIA+) pode estar incluso em qualquer dos perfis citados anteriormente. Contudo, existem algumas preferências como segurança, privacidade e conforto, por exemplo. Além disso, esse público preza por confiança e reputação da marca que está escolhendo. Por isso, pode buscar por informações adicionais como, posicionamento de marca, inclusão e apoio a diversidade.

Tutores de pets:

Assim como o hóspede LGBT, este perfil também pode estar incluso nos demais perfis acima. Entretanto, as particularidades deste perfil de hóspede estão focadas em encontrar uma boa experiência tanto para ele quanto para seu companheiro pet. Afinal de contas, muitas vezes eles são parte da família. Por isso, além do selo “pet friendly”, este perfil buscará por informações mais claras, como acomodações especiais e acesso as áreas comuns como restaurantes e parques, por exemplo.

Quais os benefícios que se ganha com essa definição?

Através das pesquisas e análises de dados das reservas, você irá definir qual o público que mais frequenta o seu empreendimento. Com isso, é mais fácil saber quais serviços e estruturas devem ser mantidas, aprimoradas ou extintas da unidade. O seu público irá te avaliar positivamente nas pesquisas de avaliação e isso irá trazer mais clientes parecido com ele para o seu meio de hospedagem.

Confira as principais dicas de como definir o perfil de hóspede:

Setor de Reservas

Com um setor de reservas bem estruturado você irá descobrir o que o seu hóspede está buscando, por exemplo:

  • Quantas pessoas viajam;  
  • Tipo de viagem;
  • Quantos dias;
  • Idade;
  • Prioridades;

Além de outros dados que são importantes para definir como você deverá atender este hóspede. Posteriormente, explore os dados do seu hóspede e compare com outros. Neste caso, existem plataformas digitais que realizam esses serviços e até tabelas Excel que pode filtrar pelos dados.

Corporativo X Lazer

O segundo passo é diferenciar uma hospedagem corporativa daquela de lazer.

Nas viagens corporativas, por exemplo, geralmente são hóspedes com viagens curtas, que precisam de quarto para dormir, com boa localização e geralmente reservam poucos dias. Gostam de aproveitar o café da manhã do hotel e podem buscar restaurantes locais e conceituados para as outras refeições. Além disso, hóspedes a negócios podem ficar dias a mais no hotel por algum motivo corporativo. Portanto, é importante considerar e divulgar bem política de remarcação, cancelamento e taxas flexíveis, por exemplo.

Por outro lado, as viagens de lazer, além de buscar as atrações turísticas da cidade que está visitando, o hóspede vai querer usufruir mais estrutura do hotel, como piscinas, restaurantes, áreas de lazer e jogos.

“Uma pessoa viajando a negócios terá necessidades distintas de uma família que viaja de férias com seus filhos. Assim, quanto mais você conhecer o seu público-alvo e seus hábitos de consumo, melhor estruturará o seu negócio para atender a essas necessidades e satisfazer o seu cliente”, orienta o SEBRAE.

Vale lembrar a presença dos viajantes B-Leisure, aqueles que resolvem estender a estadia para lazer depois de ter passado um tempo trabalhando. Neste caso, nos referimos aos hóspedes que vieram para um congresso durante a semana e aproveitam a oportunidade para viver uma experiência pessoal durante o final de semana, por exemplo.

Se o seu estabelecimento for flexível para esse perfil híbrido, é importante facilitar as condições de permanência e apresentar as principais vantagens de o hóspede prolongar a estadia.


Agora que você sabe sobre o que é um perfil de hóspede e recebeu dicas de como reconhece-lo, veja também como aplicar a pesquisa de satisfação para hotel e receber o feedback de seu estabelecimento!

Continue acompanhando o Blog Hospitalidade Brasil para ter acesso a conteúdo exclusivos para gestores e proprietários de hotelaria e diversos setores.