Resiliência e reinvenção marcam o 2020 da Regula Forensics

0
234

O principal produtor de dispositivos especializados para autenticar documentos, notas e valores, Regula Forensics conta como driblou o período atípico e se prepara para o futuro.

Há mais de 25 anos no mercado de alta tecnologia, a Regula conquistou território mundial com sua produção de dispositivos especializados e atualmente tem escritórios em sete países com mais de 70 parceiros em todo o mundo.

Além disso, seus produtos e soluções são usados ​​por especialistas em aplicação da lei da Europa, Oriente Médio, Ásia, Austrália e Nova Zelândia, América do Sul e do Norte. 

Dessa maneira, é possível alcançar 135 países e aprimorando diversas tarefas desafiadoras tanto em organizações como bancos, quanto em grandes exposições. Como foi o caso do sistema de controle de passaportes para a Copa do Mundo FIFA 2014, por exemplo.

Contudo, apesar de toda jornada de sucesso, a Regula Forensics também passou por desafios por conta do covid-19, assim como milhares de companhias. Imediatamente, a empresa atuou para minimizar os impactos e reverter essa situação.

Você descobre como na entrevista exclusiva que fizemos com Gilberto Barbosa Pereira de Sousa, COO e Diretor de Operações da Regula na América Latina.

A princípio, pedimos que defina como foi seu período de quarentena em uma palavra:

De fato, a palavra é “resiliência”.

E agora, uma outra palavra que seja capaz de definir o período de recomeço:

Neste caso, a palavra é “reinvenção”.

De forma mais abrangente, gostaríamos que contasse como a Regula está atuando ao lado dos clientes durante a pandemia:

No momento em que o mercado mudou por conta disso, usamos as ferramentas de tecnologia ao nosso favor. Por isso, fizemos uso, principalmente, de ferramentas de videoconferência, além de ferramentas adequadas ao distanciamento, como o teletrabalho, por exemplo.

Além disso, estamos frequentemente nos mantendo sempre a par das demandas dos nossos clientes, ouvindo-os e nos atentando às suas necessidades tanto para esse momento quanto para a retomada. Esse posicionamento de escuta ativa e atenção, nos traz ideias de como prover nossos serviços com nossa costumeira qualidade mediante as atuais circunstâncias e as futuras adaptações necessárias. Como resultado, isso garante que os objetivos sejam atendidos com a excelência que estamos acostumados a prover.

Por outro lado, compartilhe conosco como estão atuando em benefícios dos colaboradores da companhia:

Sob o mesmo ponto de vista, nos mantemos atentos às singularidades, compreendendo particularidades nesse momento de excepcionalidade. Ao mesmo tempo em que nos mantemos focados enquanto equipe, estamos também atentos para que nossos colaboradores sigam motivados.

Para tanto, continuamos fixando objetivos, construindo e estabelecendo metas que sirvam como estímulo e motivação, sem jamais perder de vista a transitoriedade do momento e as formas de retomada à normalidade e aos objetivos para essa nova fase.

E, enfim, apesar dos desafios, o que você considera que a pandemia trouxe ao mercado de hospitalidade?

São diversos aprendizados, na verdade. Primeiramente, aprendemos a ter muita paciência, e a perceber que, por mais estabelecidos e seguros que acreditamos estar, não existe jogo ganho. Isso porque instabilidades e crises de força maior podem acontecer e precisamos saber navegar essas ondas.

O mercado de hospitalidade passa por um momento delicado, por isso, precisando exercer paciência e resiliência, e é necessário saber estabelecer metas a médio e longo prazo, como também identificar novas demandas.

Existirão novas necessidades e exigências dos clientes mediante a uma realidade diferente que se estabelecerá. Teremos que ser especialmente atentos às questões de higiene e segurança, assim como as garantias aos nossos clientes de que tais protocolos estão sendo seguidos à risca. Além de otimizar os processos burocráticos e de segurança, para que a experiência do cliente fique focada em seu bem-estar.

Assim como a Regula Forensics, outras empresas compartilharam seu posicionamento e estratégias com o objetivo de inspirar o setor da hospitalidade. Você tem acompanhado a ação Expositor Equipotel? Já são 10 empresas de diferentes segmentos que compartilharam seus posicionamentos e estratégias em prol do setor. Clique aqui e conheça essa iniciativa!

E que tal receber uma seleção de conteúdos sem pagar nada por isso? Assine gratuitamente a newsletter da Equipotel e se atualize com as tendências e novidades do mundo da hospitalidade.