[Expositor Equipotel] Grosfillex se reinventa e inova em seu catálogo de serviços

0
299
Fábrica Grofillex na França
Fábrica Grosfillex em Oyonnax na França - Foto: Divulgação

Em entrevista, Jandir Neto, Gerente de contas da Grosfillex no Brasil conta sobre os aprendizados da companhia em tempos de pandemia

Antes de mais nada, é importante resgatamos um pouco da história da Grosfillex que nasceu em 1927, na França. A empresa é fabricante e especialista em resina e, ao longo dos anos, se consagrou como referência no setor com seus móveis de resina destinados ao lazer. Por consequência de sua expansão, estabeleceu filiais em diversos países do mundo como, por exemplo, Inglaterra, Holanda, Itália, Estados Unidos, Rússia, Brasil, dentre outros.

Justamente pelo impacto da pandemia, que afeta o turismo e a hospitalidade do mundo inteiro, fomos buscar insights de quem atua em nível global. Quem participa do Expositor Equipotel é Jandir Neto, Gerente de contas da Grosfillex no Brasil.

Jandir Grosfillex
Jandir Neto, Gerente de contas da Grosfillex no Brasil.

Da mesma forma que os demais participantes, pedimos que “defina em uma palavra” dois momentos importantes: a passagem da quarentena e o início do recomeço:

Para o momento de quarentena, a palavra, com certeza, é “resiliência”.

Agora para o período de retomada, creio que a palavra é “inovação”.

Como a Grosfillex atuou ao lado dos seus clientes durante a pandemia?

Resumidamente, estamos ajudando nossos clientes com renegociação de pagamentos, adiamento de pedidos conforme sugestão e buscamos novos produtos para atender a demanda do mercado.

Aliás, uma das iniciativas é trazer para o Brasil nossa linha de produtos consagrada na Europa e Estados Unidos. A linha Sunset, composta por cadeiras, poltronas, mesas e espreguiçadeiras, que, em suma, contém características antibacteriana e antifungo e até contra certos vírus. Essas qualidades são, inclusive, certificadas pelos fornecedores de matéria-prima. Além de ser uma linha de fácil limpeza.

E como foi a atuação em prol dos colaboradores?

O setor administrativo está trabalhando em Home Office neste momento. Os funcionários da parte fabril estão recebendo e obedecendo todos os cuidados impostos pelos órgãos competentes. Como limpeza das mãos, uso de álcool em gel, testagem de temperatura, máscaras e distanciamento entre os colaboradores.

O que podemos extrair de positivo sobre o que a pandemia trouxe ao mercado de hospitalidade?

Por esse lado, acredito que expandiu a necessidade de nos reinventarmos. Dentro disso, foi possível atuar também com um serviço de maior qualidade, mais exclusivo e até mais personalizado junto ao cliente.

Sei que é um momento de reinvenção e creio que sairemos fortalecidos desta pandemia. E, inegavelmente, o cuidado com nossos clientes passa a ser o grande diferencial a ser a trabalhado.


Embora os impactos negativos sejam profundos, o setor da hospitalidade tem se mostrado resiliente e, principalmente, repleto de inovação. A hospitalidade claramente está se reinventando e viverá um novo momento mais maduro e tecnológico. Você está se preparando para isso?

Veja o que outras marcas estão fazendo e prepare-se para o futuro.

Continue acompanhando as principais notícias do setor aqui no Blog Hospitalidade Brasil e assine nossa newsletter gratuita para receber os destaques do mês.