Da aliança à aquisição: veja a evolução na negociação entre Atlantica Hotels e Verts Hotéis

0
395
Eduardo Giestas, presidente Atlantica Hotels
Eduardo Giestas, presidente Atlantica Hotels

Fundada há 22 anos, a marca Atlantica Hotels, atualmente a maior administradora de hotéis de capital privado da América do Sul, agora oficializa a união com a rede mineira Verts Hotéis.

Os negócios em conjunto começaram anteriormente, em 2018, quando as empresas anunciaram uma aliança estratégica de administração conjunta. Como resultado desta aliança, a rede Atlantica Hotels totalizou, na época, cerca de 19 marcas representadas, cujos ativos imobiliários sob gestão chegam a mais de R$ 6 bilhões.

Com a compra finalizada, a companhia que também detém alianças exclusivas com Radisson Group e Hilton Worldwide, dentre outras marcas, passa agora a ser detentora de 22 marcas, com mais de 130 hotéis em operação e 23 mil quartos no Brasil.

Em entrevista à Hotelier News, Eduardo Giestas, presidente da Atlantica Hotels comenta sobre a decisão. “Esta aquisição é, sem dúvida, um importante passo na história da Atlantica Hotels no país, renovando nossos votos de confiança no turismo brasileiro, onde somos líderes e pioneiros desde a nossa fundação, há mais de 20 anos. Além disso, consolida ainda mais a nossa condição de maior rede hoteleira multimarcas da América Latina, através de hotéis que são referências em seus destinos e uma oferta muito consistente de bandeiras em todos os segmentos de mercado”.

Sinergia entre as marcas e benefícios desta parceria

Segundo o executivo, a aliança entre as redes trouxe ganhos de escala aos empreendimentos provenientes de melhores condições comerciais, gestão de carreiras, inteligência de mercado, ferramentas e negociações de marketing e vendas, além da criação de novos produtos e outros benefícios.

“Conseguimos, neste período de parceria com a Vert, aperfeiçoar nosso modelo de atendimento, reforçando ainda mais a proximidade com a operação dos hotéis. Além de um relacionamento muito estreito com todos públicos envolvidos, do colaborador ao investidor”, comenta Guilherme Martini, vice-presidente de Operações da Atlantica Hotels.

Incluindo o significativo avanço na operação e atendimento ao cliente, vieram mais benefícios por conta da fusão: “Passamos a atender ainda melhor ao mercado local, principalmente ao trade e clientes finais, de forma muito mais próxima, assertiva, rápida, com menor burocracia e com mais autonomia”, lembra Leonardo Rispoli, vice-presidente de Marketing, Vendas e Tecnologia da Atlantica Hotels.

Érica Drummond, fundadora da Vert Hotéis

Em 2019, juntas, as empresas atingiram um faturamento superior a R$ 1 bilhão, fruto da ampliação da visibilidade das marcas no mercado nacional, troca de boas práticas e gestão de portfólios. “Esse passo é uma evolução da aliança e nos enche de orgulho, pois estamos falando de uma empresa que, em apenas 10 anos de existência, consolidou-se entre as principais redes hoteleiras do Brasil. Além do seu crescimento acelerado, não somente criou padrões como também conseguiu manter os mais elevados patamares de excelência em gestão hoteleira. Isso foi reconhecido por todo o mercado, especialmente pela Atlantica ao longo desses dois anos de aliança”, declara Érica Drummond, fundadora da Vert.


Este conteúdo é uma adaptação do Blog Hospitalidade Brasil a respeito do release oficial originado pela entrevista concedida à Hotelier News que, por sua vez, é parceira oficial da Equipotel, detentora deste portal. Para mais informações, acesse o site.