Depois das 6: 6 insights sobre a retomada

0
397

Enfim, eu e Paulo nos reunimos novamente no Canal depois das 6, este que lançamos recentemente para debater tendências, experiências e os desafios vividos pela hotelaria. O tema da vez, no entanto, reflete a retomada do setor pós pandemia. Analisamos 3 pensamentos de pessoas influentes da área que comentam a indústria e refletem o momento atual e pós com atenção. Reunimos nossas opiniões e abordamos sugestões através de insights sobre a retomada, com o intuito de que você consiga criar metas em base do que viemos apresentar.

Claramente os cenários nem sempre são idênticos, mas nada como um bom planejamento, esperança, positividade e desenvoltura para retomar seus negócios. Pensando nisso, separei abaixo tudo o que dialogamos de forma resumida como um convite ao futuro.

Desenvolva mais serviços

“Todo recomeço vem”. A frase é do Geoff Ballotti, CEO da Wyndham Hotels & Resorts.

Ballotti reflete a necessidade de desenvolver mais serviços e treinamentos para os franqueados da Wyndham. A conduta, a princípio, é colaborar com os hoteleiros parceiros para que dessa forma eles possam retomar o crescimento dos seus negócios.

A agilidade na retomada é a rapidez com que você conseguirá sair da crise, ou seja, esteja pronto e confiante! Prepare, a partir disso, habilidades que desenvolvam sua competência.

Para Salvador, inclusive, um dos insights sobre a retomada é os hotéis e proprietários pensarem em soluções rápidas de geração de receita, respeitando a guerra de preço, por exemplo, com programas de fidelidade e redistribuição. Permita a independência e a retomada com mecanismos de suporte e ajuda. Pense nisso.

A oportunidade de mudanças é agora

“É uma oportunidade real de mudar toda a dinâmica de distribuição”, segundo Mark Lomanno, Partner & Sênior Advisor da Kalibri Labs. Instituição que, modéstia à parte, admiro e sou encantada com todas as suas pesquisas.

Mark menciona que embora este seja um momento delicado para o setor, encontramos a oportunidades de melhorar os processos entre hóspede e hotel.

Todos os custos de distribuição, por sua vez, estarão nulos. E que tal aproveitar este momento para otimizar sua linha de frente com distribuição direta? Pensamos que dessa forma será inevitável a recuperação não só da receita.

Fica aqui uma nova meta: aumentar o percentual do seu share de venda direta. E se você ainda está perdido, este é um digníssimo insight de intermediação e sua excelência para faturamentos. Afinal, se falamos de lucro, falamos de venda direta sem dúvidas. O que você acha?

Também são insights sobre a retomada perguntar sobre o cenário pós ela?

Com certeza sim! No curto espaço de tempo, depois do recomeço, os hotéis terão que repensar os seus processos de protocolo de higiene, sejam eles de A&B ou de revisitar todas as operações, por exemplo na distribuição do café da manhã. A frase citada por Paulo deixa uma mensagem importante, pois decerto concentraremos muita atenção nos aspectos que envolvem higiene.

Paul Leone, CEO da The Breaker Palm Beach também menciona isso, e eu particularmente acredito mais do que nunca que mesmo as redes que possuam protocolos de altíssimo nível em relação a higienização, ainda assim precisarão elevar mais as necessidades sanitárias.

Persista, assim, na conquista de confiança dos hóspedes, que claramente estarão atentos quanto as premissas de limpeza e higienização dos hotéis.

O ideal é pensar em outras alternativas e renovar nos ideais, que serão mandatórios. Outro insight que trago em vista dessa afirmação é de que você aprenda a comunicar o que tem feito em meios de limpeza, assim como divulga seus quartos e serviços. É como disse anteriormente: conquiste a confiança dos seus hóspedes.

Diversificando o mix de segmentos

Shunsuke Yamamoto, Presidente da Mystays Hotel Management, uma rede de Tokyo, reflete a necessidade de diversificar o mix de segmentos com estratégias específicas para cada hotel.

Ou seja, mais um dos insights sobre a retomada refletem na demanda doméstica de negócios ser relativamente resiliente. Agora, a entrada de viajantes de país para país será de fato mais lenta. A questão é que a precificação e estratégia terão de ser uma para cada segmento.

Ainda, se seguirmos as tendências e analisarmos o cenário, reflete-se que o caminho de retomada será primeiro pelo setor doméstico, dessa forma o microrregional chegará primeiro e o internacional terá mais um tempinho para esse reencontro.

O ideal é pensar em uma segmentação e estrutura tarifária para cada um desses nichos, além das condições gerais de venda. Ao ponto de que, no desespero, você não extrapole com promoções.

Pense com calma as ações de marketing e divulgação do seu hotel. Sem antes, claro, refletir também em boas estruturas de cancelamento, sempre se prevenindo caso não queira viver de novo a mesma situação de hoje, no futuro.

Fique mais perto dos seus hóspedes

Parece até piada, mas vamos levar a indicação bem a sério, está bem? A necessidade de ficar mais perto dos seus hóspedes com estadias frequentes é realmente importante. Ou seja: aproxime-se dos seus hóspedes e clientes fiéis que estão usufruindo dos seus serviços.

A ideia também contempla ficar próximo daquelas contas e parceiros que realmente são parceiros no dia-a-dia e não te procuram somente em altas temporadas. Esses certamente saberão entender o fluxo de demanda e definir junto com você uma estratégia.

Embora este seja o nosso último insight sobre a retomada, é um dos primeiros a que devemos pensar, pois afinal, é daqui que também começará a aliviar o fluxo de caixa no início. Em suma, cuide dessas pessoas.

Por fim, te convido a finalizar esse conteúdo com as dicas de livros que separamos para você se inteirar e curtir uma boa leitura com temas recorrentes ao assunto que abordamos lá no canal e aqui. Que tal?

Acesse o canal Depois das 6, no episódio “6 Insights sobre a retomada” e saiba mais. Te encontro por lá!