Você sabia que existe uma tecnologia de reconhecimento de voz em restaurantes quick service?

0
29

Tecnologia e hospitalidade estão caminhando cada vez mais juntos, para promover a melhor experiência para o cliente!

A evolução da tecnologia utilizada nos restaurantes nos últimos anos tem sido muito lenta. Os principais tipos são destinados aos terminais de venda (POS), reserva de mesas, gestão de controle de estoque, e todas estão estagnadas há anos. No entanto, tem havido algumas mudanças importantes, como o uso de aplicativos de reconhecimento facial do cliente e uma tendência para a utilização mobile. Por exemplo, a carteira móvel será logo usada amplamente mesmo que não universalmente aceita ainda. Reconhecimento de voz agora também é responsável por outra tecnologia inovadora que vai agitar as coisas na indústria de restaurante.

Tecnologia de reconhecimento de voz em restaurantes de serviço rápido

A tecnologia de reconhecimento de voz usada em restaurantes é mais avançada tecnologicamente do que a Siri ou o Google Now. É uma mistura de hardware e software que ameniza os sons de um restaurante – local tradicionalmente barulhento – e, em seguida, filtra o comando.

Há várias razões pelas quais o uso desta tecnologia pode ajudar os restaurantes. Nos de serviço rápido (QSR), o drive-thru sempre foi problemático em várias áreas, como tempo de espera, precisão do pedido e pagamento. Com o menu oferecido ficando cada vez mais complicado, esses problemas estão ficando piores.

Um dos maiores problemas é a precisão no pedido. Uma pesquisa constatou que até 17% deles são entregues incorretamente. Em um ambiente de rápido movimento, não é uma tarefa fácil garantir que o cliente recebeu o pedido correto, principalmente uma vez que ele já deixou o restaurante. Este contratempo afeta negativamente a satisfação dos consumidores e também o controle operacional de estoque.

Implementando o reconhecimento de voz em um restaurante drive-thru o que muda?

Quando um cliente faz seu pedido em um restaurante drive-thru, ele é recebido por um funcionário que o coloca no terminal de ponto de venda (PDV) e, em seguida, o cliente valida o pagamento. A próxima etapa deste processo é onde a mudança acontece quando se utiliza esta nova tecnologia.

De igual ao modelo tradicional, somente os itens que aparecem na tela. Os funcionários começam a digitar cada um deles e falar especificamente para o sistema de reconhecimento de voz. Por exemplo, “um cheeseburger”, “uma porção de batatas fritas”,  “ketchup”, etc. Em seguida, em tempo real, o sistema remove o item da tela e uma vez que todos os artigos foram anunciados e retirados do display, a ordem está correta e o recibo é impresso, dando sequência na retirada do lanche.

Redes consagradas de fast food que instalaram o sistema de reconhecimento de voz tiveram uma diminuição expressiva no número de reclamações e houve um aumento na receita do drive-thru entre 10 a 20%. Posteriormente, houve mais efeitos positivos no restaurante em si. Uma vez que mais carros estão sendo servidos mais rápido e com mais precisão, a receita geral aumentou. Num deles, que atende 15.000 veículos por mês, usando esta tecnologia conseguiu servir 40 carros em 15 minutos.

Este é apenas um caso de negócios bem-sucedido, mas há ainda outras possibilidades ao olhar mais profundamente. Por exemplo, várias tarefas manuais que são principalmente concluídas hoje em dia com o uso de papel poderiam ser significativamente melhoradas usando esta nova tecnologia. Há muitos outros exemplos onde ela pode ser implementada e é certo que terá um enorme impacto sobre a nossa indústria.

Acabamos de encerrar a 57ª edição da Equipotel com muitos negócios realizados e conhecimentos compartilhados, mostrando como a semana da hospitalidade é importante para o mercado! O próximo evento acontece ano que vem, mas continue nos acompanhando para conferir as novidades do setor que podem te ajudar a renovar seus negócios, se atualizar e conhecer as principais tendências.

Assine a newsletter da Equipotel!