Como o serviço Wi-Fi passou a ser quase que obrigação de todo meio de hospedagem – e como sua marca deve lidar com essa demanda

0
62

Um serviço tão simples e que pode trazer problemas para seu meio de hospedagem

Pode-se argumentar que hoje em dia uma boa conexão de internet sem fio é tão importante para muitos clientes como o aquecimento, ar condicionado e acesso a banheiras de hidromassagem. Sabendo do desejo das pessoas estarem cada vez mais conectadas, entenda porque uma recepção wi-fi irregular ou cobrança para um update com mais velocidade ou franquia de dados é ruim para sua reputação. Tudo isso do ponto de vista do convidado.

Vamos imaginar uma situação hipotética, mas que já aconteceu com cada um de vocês ou ao menos com um conhecido, e demonstra por que é tão importante acertar sua conectividade wi-fi nos dias de hoje. Um convidado estava hospedado em um hotel butique que reunia todos os requisitos de cidade moderna. O quarto havia sido recentemente remodelado com uma confortável cama e decoração neutra. Em praticamente todas as facetas, o quarto de hóspedes excedeu todos os padrões para uma viagem de negócios no meio da semana.

No lado de entrega do serviço, o pessoal foi cortês, simpático e acolhedor. O restaurante tinha um preço razoável e a comida preparada com muito bom gosto, além de mais do que suficiente para relaxar após um longo dia de diversas reuniões. Por último, o bar tinha um ambiente acolhedor com uma extensa lista de bebidas locais espirituosas.

Com base neste resumo, você pensaria que este hotel foi merecedor de uma revisão cinco estrelas, com base nas expectativas de um hóspede de negócios. Errado! O sinal de wi-fi no quarto foi insatisfatório e, para os propósitos dessa viagem, motivo de grande desgosto e uma dedução baseada em emoções.

Para descrever o exemplo mais detalhadamente, o hotel oferecia planos de wi-fi. O básico tinha uma carga inicial de R$39,60 por noite e era disponibilizado como cortesia para os participantes do programa de fidelidade da marca. O premium saia R$63,48 por noite e garantia cinco vezes a velocidade. O portal de acesso recomendava para e-mails o nível básico e o nível mais alto para streaming de vídeo.

No exemplo a opção foi pelo plano básico, que lembrou a época de conexão discada, numa velocidade sofrível e completamente incapaz de fazer o download e envio de e-mails como foi declarado. Além disso, a largura de banda parecia trabalhar com de disponibilidade durante todo o dia, com inúmeros e-mails em fila para disparo durante períodos de menos pico.

Isto é simplesmente inaceitável. Um hotel de negócios obrigatoriamente deve ter uma conexão sem fio confiável, rápida e gratuita. Por grátis, quer dizer sem qualquer surpresa de cobrança no check-out, uma comodidade como qualquer outro utilitário, um ar-condicionado, por exemplo. Cada vez mais, o nosso modo de comunicação e a forma como operamos nossas vidas é totalmente dependente de contínua conectividade com a internet. Oferecer um serviço ineficiente, com cobrança extra e ainda querer chamar seu negócio de amigável é uma contradição.

Hoje em dia, o acesso à internet tem um grau de importância para a nossa subsistência. Deve ser incluído como parte da tarifa do quarto e tratado como uma necessidade básica no mesmo nível como água, calor, ar condicionado, eletricidade e fechaduras de porta digitais.

Acabamos de encerrar a 57ª edição da Equipotel com muitos negócios realizados e conhecimentos compartilhados, mostrando como a semana da hospitalidade é importante para o mercado! O próximo evento acontece ano que vem, mas continue nos acompanhando para conferir as novidades do setor que podem te ajudar a renovar seus negócios, se atualizar e conhecer as principais tendências.

Assine a newsletter da Equipotel!