Você sabia que a arte e a fotografia podem impactar positivamente na hospitalidade?

0
35

São os detalhes que são decisivos na hora do cliente escolher o seu meio de hospedagem

Quando se entra em um hotel, o convidado é imediatamente impactado por seus arredores. Desde o primeiro olhar para o lobby e a recepção até os elevadores e caminho para o quarto, pode-se determinar instantaneamente se a propriedade é ou não bem projetada, harmoniosa e luxuosas.

A expressão “aos olhos do espectador” está sempre em jogo no mundo da arte e design, pois ganhamos a consciência das coisas por meio de nossos sentidos. Quando se adiciona elementos de design a uma propriedade hoteleira, especificamente, os visitantes e os convidados querem sentir as influências das áreas circunvizinhas e o aconchego de seus próprios lares, enquanto ainda tem os benefícios da emoção de viajar.

Da mobília à pintura, o design em propriedades comerciais e de hotelaria é crítico e quando se trata dos aspectos visuais como obras de arte e fotografia. Projetistas e proprietários devem procurar peças que têm uma conexão para as pessoas que passam por ali e trazem aspectos especiais da cidade ou local. Mais especificamente, designers de interiores para esses tipos de projetos devem olhar para elementos baseados na autenticidade e que provocam uma reação emocional aos hóspedes. Isto pode ser tão simples como escolher a paleta de cor certa para harmonizar com o mobiliário circundante ou tão complexo como uma peça de vanguarda de um lendário artista que está no mesmo local.

Além disso, a arte em propriedades comerciais e hotéis é muito subjetiva. Ou seja, precisa de uma ideia particular de design e do público que usará o espaço. Por exemplo, se a localização é na zona histórica da cidade, conhecida por eventos musicais, a arte e a fotografia deve comemorar essa cultura.

Já no que diz respeito ao processo de design real e fase de planejamento, um bom começo é encontrar uma galeria ou fornecedor de arte que irá trabalhar em conjunto com o designer de interiores para entender suas necessidades específicas e o que ele quer comunicar com suas ideias. A primeira coisa que deve ser feita por todos os profissionais envolvidos é olhar os requisitos de espaço propostos. Na maioria dos casos, a fotografia deve ser dimensionada para caber neles. É importante observar como as pessoas interagem com o espaço também. É um grande lobby, coworking, sala de conferência, área do átrio ou tetos inferiores e corredores? Se deve sempre levar em consideração a função desses espaços. Uma vez que se escolheu a arte, é importante levar em conta sua longevidade e saber, por exemplo, que as opções não reflexivas para o vidro ou o plexiglass são melhores opções de emolduramento.

Todos estes detalhes do projeto de design devem ser bem pensados e planejados em conjunto com a localização da propriedade, arredores, visitantes frequentes, e muito mais. Em última análise, é a conexão emocional e autêntica que realmente faz o impacto sobre os interiores do hotel. E as imagens podem ser uma experiência inesquecível.

Acabamos de encerrar a 57ª edição da Equipotel com muitos negócios realizados e conhecimentos compartilhados, mostrando como a semana da hospitalidade é importante para o mercado! O próximo evento acontece ano que vem, mas continue nos acompanhando para conferir as novidades do setor que podem te ajudar a renovar seus negócios, se atualizar e conhecer as principais tendências.

Assine a newsletter da Equipotel!