Confira agora alguns dos seis hotéis mais tecnológicos do mundo e aproveite as comodidades

Já imaginou como será a indústria hoteleira do futuro? Acomodações onde o hóspede praticamente não precisará trocar uma palavra com atendentes? Isso seria o fim dos relacionamentos interpessoais? Locais que poderão adivinhar os menores desejos dos seus clientes? Facilidades que economizarão tempo? Como em todos os setores da sociedade moderna, que utilizam a tecnologia para dar mais eficiência e agilidade aos serviços e à produção, a indústria hoteleira começa a adotar a robotização. O que, inicialmente, se apresenta como uma novidade, pode deixar temerosos os clientes, mas algumas experiências em hotéis pelo mundo demonstram que a hospitalidade dos robôs tem sido bem aceita.

A futurologia é a tentativa de prever como serão os próximos anos por meio de tendências, e de uma perspectiva científica. São exatamente essas questões que o site de reservas hotéis.com, em parceria com o futurólogo James Cantos, tenta responder. Segundo ele, as mudanças que podemos esperar até 2060 estão intrinsecamente relacionadas à personalização de serviços, criando uma experiência diferenciada para cada hóspede.

Acredite se quiser, mas as tendências esperadas são: quartos inteligentes e personalizáveis, reconhecimento facial, mordomos robôs, impressões 3D de itens comumente necessários em viagens, SPAs de longevidade baseados na análise de DNA de cada hóspede, traslado em cápsulas voadoras, e hotéis, que com a ajuda de realidade virtual, tenham temas imersivos e de realidade aumentada.

 

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o site do Correio Braziliense para ver a matéria completa.